ABU DHABI, 5 de novembro de 2018 (WAM) – O Fundo Internacional para a Conservação Houbara (IFHC) organizou em Abu Dhabi uma cúpula internacional dedicada à conservação da abetarda Houbara, um pássaro sinônimo da cultura árabe.

A cúpula, “Conservação Através da Ação do Governo”, foi oficialmente aberta pelo Dr. Thani bin Ahmed Al-Zeyoudi, Ministro das Mudanças Climáticas e Meio Ambiente dos Emirados Árabes Unidos (EAU).

Em seu discurso de abertura, o Dr. Al-Zeyoudi disse: “O compromisso dos Emirados Árabes Unidos em preservar o meio ambiente e seus preciosos recursos advém dos valores incutidos em nosso povo pelo fundador dos EAU, o falecido xeque Zayed bin Sultan Al Nahyan. Entre os exemplos mais proeminentes da liderança ambiental do xeque Zayed estão seus esforços pioneiros em tornar o deserto mais verde, combater a desertificação e conservar a vida selvagem.

“De acordo com as diretrizes de nossa liderança visionária – o presidente Xeque Khalifa bin Zayed Al Nahyan; Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, vice-presidente, primeiro-ministro e governante de Dubai; Sheikh Mohamed bin Zayed Al Nahyan, príncipe herdeiro de Abu Dhabi e vice-comandante supremo das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos, para conservar o meio ambiente, os Emirados têm feito esforços para alcançar um equilíbrio entre desenvolvimento econômico e social e a preservação da cultura e patrimônio ambiental”, acrescentou.

Mais de 70 delegados representando 17 países abrangidos participaram da cúpula, que aconteceu no Jumeirah Etihad Towers.

Na cúpula, palestrantes do Fundo definiram o histórico de Abu Dhabi em conservar o Houbara e destacaram os desafios, que permanecem para alcançar um futuro sustentável para as espécies na natureza.

O diretor do Instituto de Conservação do Zoológico e Biologia do Smithsonian, Steven Monfort, proferiu o discurso principal, no qual ele abordou a importância de monitorar as populações selvagens para projetar programas de conservação adequados visando o uso sustentável de uma espécie. Além da cúpula, os delegados visitarão os dois centros de criação e pesquisa de última geração do Fundo em Sweihan e Saih Al Salam, Abu Dhabi.

Os esforços de Abu Dhabi para restaurar e preservar o Houbara foram iniciados na década de 1970 pelo falecido Sheikh Zayed e agora são estabelecidos como a maior autoridade mundial na espécie. Muitas conquistas foram feitas ao longo dos últimos quarenta anos, mas, após uma revisão estratégica em 2017, decidiu-se dar maior ênfase aos aspectos internacionais.

Esta cúpula é parte de uma série de eventos internacionais destinados a melhorar ainda mais as perspectivas da espécie na natureza. Segue-se uma grande reunião de conservacionistas globais organizada pelo Fundo em abril deste ano. (#Envolverde)

O post Cúpula de Abu Dhabi para impulsionar as perspectivas de conservação de Houbara apareceu primeiro em Envolverde - Revista Digital.